Notícias

Mouchão Póvoa

A LMT Consultores em História e Património procedeu a mais uma investigação patrimonial que permitiu recuperar o trato sucessivo de um imóvel situado nas imediações do rio Tejo, ao longo de cerca de 200 anos.

Inicialmente concedida pela Coroa em regime de aforamento, a propriedade foi sendo objecto de sucessivas transmissões, desde uma arrematação em hasta pública, passando por diversas partilhas judiciais e chegando a constituir uma entrada de capital societário, já depois de remido o foro inicial e de reunidos os domínios directo e útil.

A pesquisa, realizada a pedido de uma instituição financeira, permitiu, assim, identificar os vários proprietários do imóvel e conhecer a natureza jurídica deste em cada momento, de modo a enquadrá-la no regime jurídico da titularidade dos recursos hídricos (domínio público marítimo e fluvial), constante da lei n.º 54/2005, de 15 de Novembro.

Falerística 01

Lourenço Correia de Matos, sócio da LMT Consultores em História e Património, acaba de publicar dois novos artigos em revistas especializadas e de referência no panorama cultural português.

O primeiro, intitulado Curiosidades falerísticas num testamento luso-espanhol, foi dado à estampa na revista Pro Phalaris, Boletim da Academia Falerística de Portugal, relativo ao 2.º semestre de 2016 (n.º 14), e versa sobre as disposições testamentárias de um luso-espanhol, antigo cônsul de Espanha no Porto, a respeito das condecorações com que havia sido agraciado, assim como as que herdara de seu pai. As referências a peças falerísticas em testamentos não são frequentes, menos ainda com a história de cada exemplar e do uso que o agraciado lhes dera em vida, como é o caso do documento estudado.

Falerística 02

O segundo artigo, publicado na centenária revista Brotéria, editada pela Companhia de Jesus (n.º 5 do volume 184), tem por título A Ordem de Malta e os peregrinos de Fátima e insere-se na edição comemorativa do 100.º aniversário das aparições de Nossa Senhora, na qual também colaboraram D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, Jaime Nogueira Pinto e José Souto de Moura, entre outros autores. Respondendo ao convite do director da Brotéria, padre António Júlio Trigueiros, SJ, Lourenço Correia de Matos deu uma breve panorâmica histórica da quase milenar Ordem de Malta, da sua fundação aos nossos dias, focando depois na presença de nove séculos em Portugal, para deste modo enquadrar o trabalho assistencial realizado nos caminhos de Fátima. Desde 1976 que a Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem de Malta presta assistência aos que se dirigem ao santuário na grande peregrinação de Maio, através de inúmeros postos, instalados a norte e sul de Fátima, onde se dispensam cuidados médicos e de enfermagem, refeições e dormidas, além de apoio espiritual.

Brotéria

Lourenço Correia de Matos é académico efectivo e secretário da mesa da assembleia-geral da Academia Falerística de Portugal e pertence também à Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem de Malta.